All posts by: Fernando Moreno e Pedro Pinheiro

About Fernando Moreno e Pedro Pinheiro

22 Junho, 2021

Nos 25 anos da morte de David Mourão-Ferreira

Passaram recentemente 25 anos da morte de David Mourão-Ferreira. Evocado por alguns que o conheceram de perto, o admiram e exaltam o seu papel de poeta, crítico, dramaturgo, romancista e, em tudo, a sua faceta de grande sedutor, entendemos dever acrescentar algo mais ao Caderno do nosso blog. Olharmos para a indigência da maioria da […]

Geral
2 Maio, 2020

Mais de David Mourão-Ferreira

David Mourão-Ferreira desempenhou papel determinante na cultura portuguesa. Poeta, professor universitário, ficcionista, dramaturgo, entre outras actividades, foi reconhecido não só no país como no estrangeiro. A poesia é a sua arte superlativa. A mulher, centro do mundo, ponto de partida para a aventura de viver. Poesia de sensualidade, do gosto assumido pelo corpo da mulher, […]

Geral
25 Abril, 2020

Eugénio de Andrade revisitado

Eugénio de Andrade é um dos grandes poetas de língua portuguesa. Já há anos elaborámos um caderno sobre ele aqui no nosso blog. Contudo, pareceu-nos oportuna uma revisitação da sua poesia, utilizando um formato mais simples, para saborear as palavras límpidas, solares, decantadas, com que erigiu a sua obra. Que esta edição contribua para recordar […]

Geral
5 Setembro, 2015

Cartagena e a premonição do Fim

Em Cem Anos de Solidão, diante do pelotão de fuzilamento, de braços amarrados nas costas, mas de olhos desvendados, encarando a fila de soldados de espingardas apontadas, no que pensava o Coronel Buendia? Afinal escapou do fuzilamento. Como escapou de atentados, de emboscadas e de uma tentativa de suicídio. Ele que fora um herói de […]

Cadernos
27 Janeiro, 2015

Lugares, encontros e memórias

“A política e os destinos da humanidade são forjados por homens sem ideais nem grandeza. Aqueles que têm grandeza interior não se encaminham para a política.” Albert Camus Todos falamos de cafés, de lugares que conhecemos, uns mais relevantes que outros. Que evocam acontecimentos ou figuras que nos marcaram a vida ou, pelo menos, são […]

Cadernos
6 Março, 2014

Florbela, contradições e enigmas

A mãe biológica de Florbela foi uma espécie de barriga de aluguer para uma criança que o pai desejava (mas que só reconheceria 19 anos depois de morta, quando o seu talento era reconhecido e as obras iam sendo publicadas) e que, no entanto, educou e apoiou durante toda a vida. A mãe biológica (Antonia […]

Cadernos
3 Novembro, 2013

O tempo de Pombal e os dias de hoje

Parece que D. João V, embora preocupado em deixar um filho varão que lhe sucedesse no trono, não teve idêntico cuidado com a sua educação e, cioso do poder, não o integrou nos assuntos da governação. Assim, quando o pai morreu, D. José era um príncipe inexperiente. Vivia-se a época da caça às bruxas, aos […]

Cadernos
20 Abril, 2013

Veneza e as expectativas

“Viajar! Perder países”, este o título de um poema de Pessoa, escrito já perto do fim da vida. Mas, se no conteúdo do poema são apontadas numerosas contradições, próprias de quem se procurava a si próprio, o que o título exprime é a dualidade entre sonho e realidade. Idealizamos uma cidade, uma pessoa, mas o […]

Cadernos
5 Agosto, 2012

A travessia do Deserto

Falamos em atravessar o deserto quando perseguimos obstinadamente um objetivo, talvez só uma ilusão, defrontando obstáculos, incompreensões, mas seguimos sempre contra tudo e contra todos, apoiados na nossa determinação. O sofrimento pode ser grande e os custos impossíveis de suportar. Cada um arranja estratégias para lidar com as dificuldades e frustrações, estratégias essas nem todas […]

Cadernos