Cadernos

14 Março, 2010

O poeta é um fingidor (ou o Labirinto do Ser)

Fernando Pessoa é um dos maiores poetas portugueses do séc. XX. Escreveu como se factos, estados de espírito ou imagens fossem realidades diferentes, consoante o heterónimo que os tivesse experimentado. Um rio, uma rua, um café, um rebanho suscitavam conjecturas diferentes. Os rios de Ricardo Reis não deveriam ser idênticos aos de Pessoa (ortónimo) ou, […]

Cadernos
4 Fevereiro, 2010

Memórias de um Embondeiro e outras histórias

O colonialismo português foi o rosto do país – pelintra e atrasado. No que respeita a Moçambique, no séc. XIX e início do XX, tirando períodos em que surgiram homens de visão, competência e coragem – como Sá da Bandeira, Andrade Corvo, Mouzinho de Albuquerque, Capelo, Ivens ou Gago Coutinho, os portugueses ficaram-se na orla […]

Cadernos
10 Janeiro, 2010

Toxicodependência: uma vida em farrapos

Não me considero qualificado para dissertar sobre toxicodependência. O depoimento recolhido é, apenas, uma reprodução de memória, onde se alteraram os elementos identificativos. Uma das causas que os psicoterapeutas apontam para o jovem se iniciar no consumo de drogas psicotrópicas tem a ver com a falta de afectos, de referências, de sentido de responsabilidade e […]

Cadernos
20 Dezembro, 2009

Coisas da vida

São factos vulgares, mas que nos tocam. A memória é um arquivo vivo de episódios e emoções, em que os mais banais não são por isso menos importantes. Um dos meus filhos um dia destes despertou-me, chamando “Pai!”, e como isso ecoou na minha cabeça e me encheu de orgulho! Às histórias que lhes contei […]

Cadernos
8 Dezembro, 2009

México: As Pedras e o Homem (roteiro de viagem)

Com o dedo retiro o sal do bordo da taça e levo-a à boca. Gosto de Margueritas, mas dispenso o sal. A dose de Tequila lentamente vai-me impregnando e cria uma sensação de abandono, bem-estar. Na ementa, hesito: nachos com guacamole, burritos, enchiladas… Penso como os maias tinham calculado a duração do ano solar em […]

Cadernos
26 Outubro, 2009

O Cinema segundo JbC

(João Bénard da Costa) JbC era um homem culto, apaixonado pelo cinema (que até escrevia muito bem) ou era um escritor que falava de arte (e da vida), a partir de filmes? Provavelmente, as duas coisas. O conhecimento, conseguiu-o de um modo sistematizado (ele mesmo dizia ter passado anos da sua vida a organizar enciclopédias), […]

Cadernos
21 Setembro, 2009

Visconti e o Romantismo

Luchino Visconti (1906-1976) é dos mais importantes realizadores da História do Cinema Mundial. Aristocrata descendente da família Sforza de Milão, marxista convicto, absolutamente genial, dedicou-se também ao Teatro e à Ópera. Dirigiu espectáculos com Vittorio Gassmann, encenou peças de Jean Cocteau e Tenessee Williams e óperas, como “Anna Bolena” de Donizetti em La Scala de […]

Cadernos
2 Setembro, 2009

A Ericeira e as mudanças do Tempo

Esta é uma vila de fervorosos adeptos, que o são desde sempre, que aqui regressam sempre que podem, juntando-se aos que aqui nasceram e aos que aqui fazem a sua vida. Não pretendemos fazer um roteiro turístico nem qualquer tipo de ensaio – nunca seríamos exaustivos. São cogitações de quem ama este lugar que desperta […]

Cadernos
12 Agosto, 2009

Açores: gente (in)feliz sem lágrimas?

Formada por vulcões impiedosos, há um grupo de ilhas habitadas por gente simples, festiva, singular, triste com um sorriso, e feliz com lágrimas. Essas ilhas são os Açores. Sabemos dos Açores ser um arquipélago localizado no meio do oceano Atlântico. Sabemos ser composto por nove belas ilhas e alguns ilhéus. Sabemos até que neles nasceram […]

Cadernos
8 Agosto, 2009

Vinícius: as palavras e a música

Como reagimos à perda de alguém que amamos, a uma vileza, a uma ameaça imprevista, a um reencontro inesperado?  Alguns de nós têm mais inteligência emocional, são mais capazes de perceber uma névoa que, de repente, ensombra os olhos do parceiro, de notar uma pergunta insólita, um impedimento súbito, como estarão mais atentos ao sorriso duma criança, […]

Cadernos